fbpx

A Iridologia Holística

A Iridologia Holística

Por Prof. Dr. Javier Griso Salomé – Espanha

 

Estamos perante tempos de profundas mudanças, de uma visão mais global, distinta e construtiva da medicina.  Prova disso é o recente projeto Genoma Humano, que permitirá esquadrinhar as nossas essências biológicas, nosso estado de saúde e de doença, através da sequência (transcrita) dos nossos genes -uns cem mil, que nos determinam e “predeterminam” (epigenética) como seres humanos individuais.

É óbvio que, essas novas tendencias e desenvolvimentos evolutivos, se destacam na pesquisa preditiva e prevenção de uma nova medicina, uma nova ordem no conhecimento, manutenção dos estados de saúde, e das doenças humanas.  E lógicamente, chega o momento da sua necessidade natural, e no tempo certo.

Então, o que poderá oferecer uma medicina mais “ecológica”, mais humanizada?

Sem dúvida, entendemos e demostramos que a medicina naturista, preventiva, prospectiva e preditiva, com bases e criterios científicos, fundamentada em uma mente holística, é real e dará respostas à todas questões da rigorosa atualidade.

Assim, tomando o corpo humano na íntegra, todo no seu conjunto, é um estado da comunicação de “informação”, a de todos e cada um dos seus órgãos, tecidos, funções e mecanismos.  De todos eles, no globo ocular há uma singularidade muito especial: a IRIS humana.  A sua “Physis” ou natureza.

Tradicionalmente e com muitos e bons profissionais que lhe dedicaram a vida, foi divulgada a importancia deste meio e a sua técnica, bem como além disso conhecemos as suas própias limitações.

A iris humana oferece uma “mensagem” altamente codificada. É possível com a metodología aquí indicada, averiguar e, pela primeira vez, saber o porque dos seus sinais, quando e em que base se encontram as alterações ou disfunções do seu aparecimento neste microcosmos (de 12/13 mm de diámetro, e 0,3 mm de profundidade e de cor avelã (hematógeno) ou azul (neurógeno), fiel reflexo do macrocosmos do corpo humano.

Surge uma nova luz com o estudo sobre a IRIS: a UNIDADE com a Vida, a unidade biológica. Cada parte está relacionada com o TODO e este, por sua vez, também está em todas e cada uma das partes.

Encontramo-nos em condições de ter esta visão total holística do ser humano.  Começou a nova era para a moderna medicina naturista e integradora.

A adequação e fusão holística da técnica  iridológica, traz através das minhas investigações, grandes enigmas.  Baseia-se na utilização e aplicação do Vetor ou Gradiente em que a iris é dividida em 360º, mostrando o Grau Pessoal, e transcrito perante os aneis da irisdiagnose e usando o meio das quatro forças da natureza; forte, electromagnética, fraca e gravitatória, e a ligação com a dinâmica  de sistemas e espécies e os dados quantitativos, que são transformados em qualitativos. A conclusão desta metodologia e prática, só com este dado pessoal no momento do nascimento de cada ser humano, é o pleno conhecimento da hereditariedade, tendências, propenções inerentes à sua constituição, durante a sua vida, em cada ciclo de saúde e de doença as suas diáteses.

Pela primeira vez, a Iridologia Holística investigpu o poque, como e quando aparecem estes sinais patológicos (morfocromáticos), mesmo antes de examinar (iridoscopia), quer seja antes da pessoa nascer, depois de falecer ou, sem a examinar, poder desenhar e conhecer com exatidão e base científica, os graus e anéis que esses sinais irão ocupar.  Pode, ainda ir mais longe: conhecer o indivíduo, de maneira exata e global de cada uma das suas partes, tecidos, funções e órganos que estão ou estarão vitalizados ou doentes (historico clínico).

Conclusão.

A Iridologia Holística (IH) baseia-se e fundamenta-se na aplicação do Grau (Vetor ou Gradiente) que cada pessoa possui, segundo o seu dia de nascimento, traduzido em Graus para o mapa holístico e dividido em 360º e em 7 anéis.  Esse Grau, denominado Norte, Sul, Leste e Oeste, corresponde a quatro interacões da Natureza, sendo trasportadas para a superficie irídica em quatro divisões de 90 graus (quadrantes): força nuclear forte, força nuclear débil, força eletromagnética e força gravitacional. Predominam as áreas (graus) e anéis da iris com mais predisposições (diáteses) patológicas, segundo fatores hereditários e hábitos de alimentação saudáveis, e outros muitos de caráter endógeno e exógenos, e epigenéticos.

O relógio biológico pessoal, mostra a nossa atitude, o modo de viver e a postura GLOBAL. Mostrar-nos-á, a todo o momento, o tempo Interno e a qualidade do mesmo na nossa IRIS.

Segue um caso clínico: AYRTON SENNA DA SILVA:

Piloto de Fórmula 1 de Brasil.  Falecido em 01.05.1994 em Ímola, no Gran Premio de San Marino. A causa de um acidente do seu monoplaza Williams FW16, quando iria a tomar a curva “Tumbarello” e quebrar-se a barra da direção, na volta 7, e sendo atravessada a sua cabeça e crânio por uma virila da direção (roda direita), causando a sua morte quase instantânea.  Foi praticada in sito uma traqueotomia, e sendo levado imediatamente ao Hospital Maggiore da Bologna (Italia), onde veio à óbito.

Fonte: Journals e documentos públicos da época.

Escola ESSANA, Tarragona (Espanha) Copyright Prof. Dr. Javier Griso Salomé, 1983, 1990, 1996, 2006, 2007, 2015 e novembro 2016.  Reservados todos os direitos.

Prof. Dr. Javier Griso Salomé (MD,MA)/Escola ESSANA (Espanha). (Iridologo Tradizionale ed Olistico, Creatore dell’Iridologia Tradizionale e del Metodo Salomè) – Espanha.

O professor Dr. Javier Griso Salomé, nasceu no mês de abril de 1949 em Tarragona, Espanha.  É licenciado e tem doutorado em Medicina Alternativa (M.D., M.A.), em Ciência (D.SC, M.A.), em Naturopatia (N.D.), Iridólogo Tradicional e Holístico, Instructor Higienista, diplomado em Litoterapia;
Fundou a Escola de Saúde e Alimentação Natural ESSANA, em 1981;
Escritor, investigador, criador e divulgador da Iridologia Holística (IH) e do Método Salomé (MS) (Quântica), sua última novidade mundial é a aplicação informatizada ou computerizada da Iridologia Tradicional, Iridologia Holística e Método Salomé traduzida em 6 idiomas e aplicada em diversos países com criterios de: “Método de diagnose naturalizado e terapéutica personalizada, qualificando e quantificando o terreno da IRIS, em modo precoce e integrador;
Assistente e presidente de múltiplos congressos e eventos internacionais, recebeu vários prêmios e reconhecimento por seu trabalho em prol da medicina mais naturalizada e humanizada.
Durante os últimos 37 anos se projetou como um reeducador e instrutor de pautas que restabeleçam e mantenham um melhor conhecimento da saúde global.
Membro destacado e honorífico de importantes associações internacionais, em 1994 recebeu o Prêmio Albert Scheweitzer de Medicina.
Atende pacientes e dá cursos em Tarraagona e em vários países do mundo.